A Toca do Túlio

Janeiro 20, 2009

Insegurança

Filed under: Prevenção do crime — tuliohostilio @ 1:12 pm

Assaltantes viram-se para hotéis e restaurantes

 

Secretário-geral de Segurança Interna admite que a criminalidade aumentou em 2008. Um quadro que se poderá manter este ano fruto, entre outros factores, da crise económica.

O general Garcia Leandro considera que a manutenção do emprego é o dique para suster uma ruptura social.

 

Vigilância destes estabelecimentos é prioridade

Os hotéis e restaurantes estão sinalizados como alvos prioritários dos assaltantes. GNR e PSP têm registado uma tendência de aumento de crimes nestes locais. O Depipol (Departamento de Informações Policiais) da PSP está a preparar um relatório sobre as tendências da criminalidade para 2009 e a vigilância àqueles estabelecimentos está já definida como uma prioridade estratégica para este ano. Os analistas da PSP e GNR estimam que, em 2008, houve um aumento de 10% na criminalidade.

 

Segundo fontes policiais ouvidas pelo DN, para 2009 não se espera um abrandamento do crime, sobretudo o violento, à semelhança do que aconteceu o ano passado, como ontem admitiu o secretário-geral de Segurança Interna, Mário Mendes. Os hotéis e restaurantes, segundo elementos da GNR e PSP contactados pelo DN, são alvos vulneráveis, pois o grau de segurança é inferior ao dos bancos, caixas ATM e carrinhas de transporte de valores. “Hoje, os criminosos procuram dinheiro fácil sem muitos riscos”, descreveu ao DN um militar da GNR.

 

Segundo um analista do crime, a mudança de alvos é natural, tendo em conta os mecanismos de segurança das ATM (a utilização de tinta vermelha que danifica irremediavelmente as notas), o facto de um assalto a um banco poder desencadear uma operação policial que comporte riscos elevados, e uma operação sobre uma carrinha de transporte de valores requerer muitos dias de preparação, estando só ao alcance de uma estrutura minimamente preparada. Internamente, os bancos também já tomaram medidas. Uma delas passa por ter pouco dinheiro em caixa, de forma a tornar “pouco atractivo” um assalto.

 

As forças policiais esperam ainda um decréscimo, em 2009, dos assaltos a bombas de gasolina. Segundo os últimos dados, cada roubo “rende” uma média de 200 euros aos assaltantes. Ora isto faz com que as bombas deixem de ser alvos apetecíveis.

Crime aumentou

 

Ontem, o secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, Mário Mendes, admitiu pela primeira vez que todo o tipo de criminalidade aumentou em 2008, apesar de ainda não ser possível quantificar, uma vez que as forças policiais ainda estão a compilar os dados relativos aos crimes participados.

 

Segundo Rui Pereira, ministro da Administração Interna, o relatório de Segurança Interna com dados do ano passado e a estratégia de segurança para 2009 serão conhecidos “até 15 de Abril”.

O secretário-geral do Sistema de Segurança Interna disse ainda que se “está a seguir com toda a atenção” a evolução de situações de violência social, mas referiu que “não há dados” que apontem para a existência de grupos organizados em bairros sociais. “Não há neste momento nenhum dado novo que resulte de alguma agitação”, afirmou, sublinhando, no entanto, que “não se pode descurar essa hipótese”, até porque “há sempre algum risco”.

 

DNOnline

1 Comentário »

  1. E eu a pensar que as leis e justiça serviam para proteger os cidadãos, como a gente anda enganada.

    Comentar por Mag. — Fevereiro 9, 2009 @ 12:43 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: