A Toca do Túlio

Novembro 20, 2008

Estatuto da Polícia de Segurança Pública.

Filed under: Forças de Segurança — tuliohostilio @ 12:11 pm

Começou a discussão do novo Estatuto da Polícia de Segurança Pública no Ministério da Administração Interna, numa primeira reunião com as diferentes Associações desta força de segurança.

Tendo a ASSP exigido que o novo Estatuto da Polícia de Segurança Pública equipare os salários nesta força de segurança aos de outras corporações policiais.

Entretanto começaram também a circular algumas grelhas salariais relativas às Forças Armadas.

Túlio Hostílio

42 comentários »

  1. Perfeitamente de acordo, os vencimentos da PSP deveriam ser equiparados aos da PJ. Quanto à GNR, esta deveria ser o 4º ramo das forças armadas.

    Comentar por tulipa — Novembro 20, 2008 @ 2:24 pm | Responder

  2. Discordo a GNR devido à sua dupla valência deveria além daquilo que os elementos das outras forças e serviços de segurança têm direito, auferir também do SCM. Assim seria feita justiça.

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 20, 2008 @ 2:34 pm | Responder

  3. A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) exigiu esta quarta-feira que o novo Estatuto da PSP equipare os salários nesta força de segurança ao de outras corporações policiais, além da abertura de concursos anuais que fomentem a evolução na carreira, noticia a Lusa.

    «A situação ideal seria, de alguma forma, compensar qualquer profissional da Polícia de Segurança Pública (PSP) e o primeiro ordenado deveria ser exactamente igual aos da Polícia Judiciária (PJ), da Guarda Prisional e do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF)», disse o presidente da ASPP/PSP, Paulo Rodrigues, em declarações à Agência Lusa.

    No final de um encontro com o secretário de Estado da Administração Interna, Rui Sá Gomes, naquela que foi a primeira reunião destinada a discutir o novo Estatuto da PSP, Paulo Rodrigues lamentou o facto de a PSP ser «a polícia mais mal remunerada», algo que se verifica «muito mais no início da carreira».

    «Qualquer elemento da PJ começa com um salário de 1.600/1.700 euros mês, um agente da polícia começa com 740 euros, não se compreende esta diferença, e no SEF acontece exactamente a mesma coisa», lamentou. Perante esta realidade, a ASPP/PSP exigiu hoje à tutela «a dignificação, não só da instituição, mas também do profissional, o que neste momento não existe».

    «Tendo em conta que há muitos deveres, é uma profissão que exige, de risco, queremos justamente que essa exigência seja recompensada, queremos que este Estatuto já comporte estas alterações no sentido de compensar esses profissionais», reiterou o presidente da Associação.

    No que concerne à progressão na carreira, a ASPP/PSP quer ver também contemplado no novo Estatuto «a abertura de concursos anuais para facilitar essa progressão». «Queremos uma facilidade maior para que os profissionais possam evoluir na carreira; é importante que qualquer elemento da Polícia possa chegar ao topo de carreira se assim o entender», reivindicou Paulo Rodrigues.

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 20, 2008 @ 2:56 pm | Responder

  4. “Perfeitamente de acordo, os vencimentos da PSP deveriam ser equiparados aos da PJ. Quanto à GNR, esta deveria ser o 4º ramo das forças armadas.”

    Este individuo inergumio, não é digno de pertencer a nenhuma força de segurança, que se reevindique tudo bem é perfeitamente aceitavel, agora que se insulte e se rebaixe outros proficionais das forças de segurança é que nao é de todo aceitavel, os profissionais da GNR a maior força de segurança ao nivel nacional quer em efectivo quer em representação nacional, merecem respeito, e a sua componente militar deve ser respeitada, a GNR tem mostrado diariamente ser uma força policial com competência e eficacia em diversas vertentes na nossa sociedade.
    Estes comentarios mesquinhos e de alguem vazio de inteligencia em nada contribuem para o bom funcionamento policial, nao se esqueça que neste momento os salarios da gnr nao sao inferiores aos da psp, e nao vao passar a ser, PJ estao a sonhar a pj te 4000 elementos nao 20 000 como a psp nao sao para comparar nem a missão é a mesma, a ganhar mais deverai estar os elementos da GNR que tem maiores competencias a nivel nacional!

    Comentar por rick — Novembro 20, 2008 @ 4:15 pm | Responder

  5. Resposta ao último comentador:

    1º a falta de educação é sinónimo da sua pouca inteligência,mas da-se um desconto é fruto do seu habitat;

    2º militar é diferente de funcionário público, pois só assim se justifica que os militares da gnr e das forças armadas aos 55 anos possam abandonar o barco, ao contário da PSP;

    3º quantidade não é sinónimo de qualidade;

    4º é perfeitamente justo, que os sindicatos da PSP reividiquem melhores condições salariais

    5º quanto à gnr, reafirmo deveria ser o 4 ramo das forças armadas, abordem temas relacionados com à vossa ” tropa ” deixem de estar constantemente a falar dos outros, resolvam os vossos problemas mas não metam os outros ao barulho, ainda querem melhor exemplo do que este dos sindicalistas.

    Comentar por tulipa — Novembro 20, 2008 @ 7:27 pm | Responder

  6. O Tulipa é um ser supremo dotado de uma inteligência acima do comum dos mortais, só que tal grau de inteligência ofusca-o de tal forma que não lhe permite alcançar um facto simples e evidente: os militares estão integrados na Administração Pública, salvaguardadas as devidas especificidades.
    Por outro lado, este ser iluminado, devido ao elevado grau de abstracção em que vegeta, além de revelar algumas dificuldades na acentuação, também resvala com frequência para o erro ortográfico, escrevendo “contário” e “reividiquem”, fruto, provavelmente de algumas dificuldades fonéticas do género “sopinha de massa”.
    Quanto ao 4º ramo, deixe-se disso, é um assunto esvaziado de conteúdo, até compreendo a sua posição, porque assim a GNR deixaria de lhe fazer sombra e a mancha azul poderia finalmente abranger todo o território nacional.
    O caminho ainda vai passar pela junção e aí senhor Tulipa e respectivos apaniguados preparem-se para serem literalmente submersos pelo “mar verde” e quando isso acontecer não se esqueça da história que o Jacaré 007 contou a propósito da partilha de uma tenda entre um “cuco” e um “geninho”.
    Gloriosas saudações do couval.

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 20, 2008 @ 9:10 pm | Responder

  7. O sr Zé da couves,astuto pensador filosófico das terras gregas,confunde ´critica,com insulto.
    Pergunto eu…Será que você, aluno brilhante em escrita(de 20 valores)mestre em germanicas,ainda se ilude com um futurismo tipo espaço 1999(aquele do antigamente),secalhar ainda não reparou,mas o tal verde tropa foi por voces espesenhado, apunhalado e deitado ao lume(traição)e viraram azuis?Portanto a tal mancha verde .. e a tal junção jamais.
    Nem os tipos do gips quiseram ser verdes,que machadada na tradição.

    Comentar por atento — Novembro 20, 2008 @ 11:01 pm | Responder

  8. Nem acredito como nos continuamos a insultar uns aos outros… para quê? não andamos cá pelo mesmo?
    Cum caneco… a meu ver porque não haveriam os homens da GNR serem iguais aos da PSP? As competências são as mesmas, os riscos são os mesmos, até o vencimentos são os mesmo(acho eu) só diferimos na cor da farda!!!
    Sou PSP e fico envergonhado quando vejo este tipo de situações tanto da parte de Guardas como de Agentes. É muito “fatela” e não ajuda nada a NOSSA causa. Já agora, quanto ao post em uestão espero que o estatuto seja definido tendo em conta a realidade dos homens que trabalham dia e noite e não os pareceres dos que trabalham das “9 às 5” a limpar o pó das secretárias. Cumprimentos

    Comentar por nelson — Novembro 20, 2008 @ 11:50 pm | Responder

  9. Ilustre Atento, isso é sinónimo que afinal os geninhos se aplicam na escrita, ao contrário de Vª Exªs, pelo menos a amostra não aponta nesse sentido, embora com os fumos de diversão que vão espalhando tentem demonstrar o contrário.
    Quanto ao azul, este resulta de umas normas avulsas, porque se for consultar o RGS/GNR (Portaria), em termos de fardamento, é o verde que consta por lá.

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 21, 2008 @ 10:03 am | Responder

  10. Só palhaçada o sr. tulipa é um verdadeiro imbecil “abordem assuntos da vossa tropa” voce é que se extriou a dizer que a gnr devia ser o 4º ramo das Forças Armadas. Como o sr. é completamente despido de inteligencia nem dvia comentar nada, a GNR faz-lhe muita confusão, deixe de lado o seu lado de criança e acorde para a vida, se a gnr passasse para as forças armadas isso daria um cust ao estado muito grande, quem iria fazer o policiamento da GNR??? a PSP nao tem efectivo que chegue teriam que meter pessoal, acha isso exequivel? Não seja ceguinho veja as coisas como elas são!
    A GNR é uma força de segurança de Cariz militar como existe em todos os paises da europa e alguns no mundo, em nenhum lado essas policias são o 4º ramo, efectuam um serviço bastnte respeitado em todo mundo!

    Comentar por rick — Novembro 21, 2008 @ 1:07 pm | Responder

    • Sr. rick tenho a informar que na Holanda a Mareechausee é de facto ao 4º ramo das forças armadas, como pode confirmar na wikipedia. Pela Ordem e Pela Pátria

      Comentar por marco araujo — Agosto 6, 2009 @ 7:36 pm | Responder

  11. resposta ao rick:

    Alguns deste militares, acantonados continuam as BESTAS de sempre, só sabem partir para o insulto, não aceitam opiniões, e nem merecem qualquer consideração, em vez de dizer disparates vá limpar e aparelhar os cavalos para os amarelos se divertirem à custa do contribuinte.
    Em vez de ofender os outros, ofenda quem lhe fez as orelhas sua CAVALGADURA.

    Comentar por contribuinte — Novembro 21, 2008 @ 2:36 pm | Responder

  12. Ilustre Rick e Associados, acho que está provado quem insulta. Talvez uns chás de camomila e erva cidreira (por sinal também verdes) vos acalmem os nervos e vos leve a não terem comportamentos do tipo elefante em loja de porcelanas.

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 21, 2008 @ 3:15 pm | Responder

  13. Militar sim com muito gosto, aparelhar cavalos essa não é a minha função, mas para os que os aparelham não é em nada desprestigiante, fique sabendo que a policia onde trabalha, também nos anos 80 quis criar equipas de cavalaria, só não o fez porque tal não foi autorizado ao nivel governamental, mas noutros paises policias de cariz civil também possuem cavalaria tal como a policia espanhola, tambem esses aparelham cavalos!
    Quanto a insultos não insultei ninguem, apenas respondi em igual moeda ao ilustre comentador, que gostaria de forma sonhadora de ver a GNR como 4º Ramo das Forças Armadas, tal também contitui um insulto a um qualquer opc que diariamente efectua o mesmo serviço de rua que um qualquer colega da PSP, não foi intenção da minha parte ferir susceptibilidades, apenas repor a honra de todos os militares da GNR os quais efectuam diariamente em 90% da area nacional policiamento as populações, e ainda não houve ninguem que o pusesse em causa desta forma, como tal o comentador em causa possui um comportamento de tentativa de chacota a qual também podera ser feita ao contrario, assim talves ja não gostariam, haja respeito, as reevindicações são salutares, o rebaixe e a chacota de homens que trabalham pela mesma coisa é que não é toleravel, por ser propria de imbeciz!

    Comentar por rick — Novembro 21, 2008 @ 8:43 pm | Responder

  14. Uni-vos caros colegas,para fazer-mos uma grande ofensiva a estes embecis governantes,que só falta pregarem-nos na cruz.qual a diferença entre a psp e a gnr?…NENHUMA.
    Temos que mostrar a nossa “raça”para combater estes camelos,que até a pele nos tiram.
    Vamos lutar para que poça-mos viver melhor e dar mais as nossa familias.

    Comentar por policia mais q desiludido — Novembro 21, 2008 @ 10:54 pm | Responder

  15. Quanto mais conheço o pessoal da PSP, mais acho que não há gandes diferenças entre eles e nós: há maus e bons, trabalhadores e calinas, honestos e desonestos…..
    O futuro vai ser a junção….
    4.º ramo? O Sócrates se tiver uma nova maioria absoluta transforma as FA’s num único ramo… e pequeno!

    Comentar por Jacaré — Novembro 22, 2008 @ 12:22 pm | Responder

  16. Segundo a RTP N,às 16hoo uma autentica cagada por parte da gnr num simulacro de sismo em Benavente, enfim, nada de especial é tipico da tropa pretoriana… deixa-me rir…deixa-me rir, o exercicio vai ser repetido e a gnr vai servir salada de frutas para os intervenientes…

    Comentar por contribuinte — Novembro 22, 2008 @ 4:25 pm | Responder

  17. Segundo eu,que sou pessoa séria, uma autentica cagada da PSP em Alcantara. Os cabeçudos levaram a sério a queda do viaduto e não deixam passar autocarros e eléctricos. Só passam os comboios porque não há ninguém com tomates para os conseguir parar. Até doi tanta estupidez.

    Comentar por Jacaré — Novembro 22, 2008 @ 4:43 pm | Responder

  18. Meus ilustres senhores.
    Antes de mais, permitam-me o meu comentário.
    Os senhores, sejam da GNR ou da PSP, à quem prestaram juramento? A corporação ou ao cidadão?
    Se consultarem as Leis orgânicas da GNR e PSP, no que concerne a função, em ambas, pode ler-se quanto a sua função:
    “assegurar a legalidade democrática, garantir a segurança interna e os direitos dos cidadãos”
    Se o próprio poder político reconhece a igualdade entre estas forças de segurança, mostrando isso no decalque das leis orgânicas onde não encontram muitas diferenças.
    Eu pergunto-me porque temos de nos ofender uns aos outros, de nos acharmos superiores em relação aos outros.
    Não fazemos o mesmo?
    Escolhemos a nossa profissão, como tal temos de ser profissionais no que fazemos, isso inclui o respeito por quem quer que seja.
    A nossa preocupação não deve ser a de nos mostrarmos superiores em relação a outra força, mas sim, de trabalharmos juntos, temos um maior poder reivindicativo.
    Na minha opinião deve haver uma fusão entre as duas forças policiais, não porque uma é superior a outras, mas se porque se complementam. Enquanto formos nós a criar a divisão entre nós, ninguém nos vai apoiar. Se até o cidadão se apercebe que a relação entre a GNR e a PSP é tipo a relação entre gregos e troianos na antiguidade. Qual é a vantagem que temos nisso? Qual é o cidadão que se sente seguro, sabendo que as forças policiais não trabalham em consonância?
    Mais do que que alguns sindicatos da GNR e outros tantos da PSP (atenção, não estou a retirar prestigio aos sindicatos, apenas acho que são demais), 45 000 mil vozes ouvem-se claramente melhor, desde que cantando a uma só voz.
    Utiliza-se muito a expressão “Dividir para reinar”. Não deixem que nos dividam, teremos muito mais força juntos, mas isso tem de parte de nós, respeito mútuo, trabalho conjunto. Tanto a GNR como a PSP deixam muito a desejar, quer seja em termos salariais, como em condições de trabalho entre outras. Porque havemos de estar a defender a nossa quintinha, quando podemos e devemos defender o nosso interesse geral.

    É nosso dever assegurar a legalidade democrática e os direitos dos cidadãos, mas antes disso, temos de ter condições para o fazer.
    A uma frase que diz “Primeiro nós, depois nós, ainda nós, novamente nós, e só depois de garantidas as mínimas condições os outros” (penso estar a deturpar um pouco a frase mas era mais ou menos isto). Aplica-se a nós, em ambas as forças se retiram benefícios (não gosto desta palavras, muito menos da palavra regalias, não precisamos de favores, apenas do que é justo, acima de tudo que reconheçam o esforço do nosso trabalho em prol dos outros), mas exigi-se cada vez mais. Até ao dia ….

    Não me vou estender mais, deixo só o meu conselho, é que já estou um pouco cansado de percorrer alguns blogs e dar sempre no mesmo, insultos atrás de insultos.

    Comentar por Apenas uma opinião — Novembro 22, 2008 @ 4:48 pm | Responder

  19. Não tenho por hábito escrever em blogs. Por acaso parei neste e estou abismado com o que leio. Nunca pensei que elementos de forças de segurança viessem para a praça pública degladiarem-se de forma tão virulenta dando uma péssima imagem das pessoas e respectivas organizações policiais. Deixem-se disso. Não todos metidos no mesmo barco? Não são ambas mal tratadas por toda a gente a começar pelos (des)governantes que vos deprezam? Então por que estão para aqui a insultarem-se se são azuis ou vermelhos tipo claque de foot ball? Não seria mais inteligente juntarem-se em toda a linha incluindo as associações e lutarem pelos objectivos comuns? Já repararam que enquanto andam para aqui em insultos mútuos estão a fazer o jogo daqueles que vos oprimem? E até daqueles que de fora vem deitar achas na fogueira.Vejam os professores. Pela vossa prática não conseguiriam nada. Comiam e amouxavam.Só a união faz a força. É um ditado velho mas sempre actual.Definam objectivos comuns e juntem sinergias para os alcançar. Todos lucram. Não só os profissionais policiais como o cidadão contribuinte.Passem bem e felicidades

    Comentar por Dente douro — Novembro 22, 2008 @ 5:45 pm | Responder

  20. “Segundo a RTP N,às 16hoo uma autentica cagada por parte da gnr num simulacro de sismo em Benavente, enfim, nada de especial é tipico da tropa pretoriana… deixa-me rir…deixa-me rir, o exercicio vai ser repetido e a gnr vai servir salada de frutas para os intervenientes…”

    Essa é muito boa, caso não saiba porque não leu com atenção, ou então não sabe ler a falha aconteceu por parte da protecção civil, depois não querem ser criticados, nem insultados ficam milindrados, não seja imbecil!

    Comentar por rick — Novembro 22, 2008 @ 7:56 pm | Responder

  21. Em nada são favoraveis para nós estas picardias, não andamos todos ao mesmo? parece que isto são coutadas em que o terreno esta dividido ao milimetro, é tão feio ver colegas contra colegas, essa da tropa pretoriana tá muito boa tomara eu e você sermos militares como eles, no tempo em que eramos comandados por oficiais da tropa não estavamos como estamos, eles ainda defendiam a nossas costas, estes doutores do instituto superior só nao nos comem porque não podem, eles são militares, mas nós não estamos melhor que eles, pelo contrario vejam a idade das reformas etc…., eu tenho familares tb na GNR talves por isso não fle de coisas que não sei, eles funcionam bem como policia tambem, até porque ja precisei deles e não tenho que dizer, eles em a componente militar associada, quando vim para a psp e até á bem pouco tempo eramos uma força segurança com espirito militarizado, agora somos comparados à função publica! estamos melhor? então só concluo que não, o meu irmão tem 52 anos já esta na reserva, prestou 28 anos serviço efectivo, e eu quanto tenho ainda pra cá andar, só para terminar eles tem oficiais que os defendem vejam o que aconteceu com aquelas situações do norte, dos tiros!!

    Comentar por Principal — Novembro 22, 2008 @ 8:08 pm | Responder

  22. olha onde chega a estupidez do tal “contribuinte” ja aqui alguem disse e muito bem que a falha ocorreu por parte da protecção civil não da GNR, a qual em todas as circunstancias possuem um elevado grau de prontidão, aconselho o ilustre comentador a ver mais noticias alusivas tambem ao tal simulacro, nas quais poderá ler por exemplo em santarem a GNR foi a primeira a chegar, assim como noutros pontos do mesmo exercicio, em fim não me merece mais comentarios a falta de inteligencia que demonstra, quanto ás saladas de fruta até parece que nao policia não existem esses tais operacionais da salada tambem!
    Leia o livro que fala da sua instituição e que demosntra que não só na GNR as coisas vão mal!!

    Comentar por Pensador — Novembro 22, 2008 @ 8:51 pm | Responder

  23. Existem em todas as forças elementos que de inteligência pouco ou nada têm!
    Quando se faz algum comentário deve pelo menos fazer-se um esforço por tentar ser imparcial e depois o respeito acima de tudo!
    Eu sou GNR e respeito profundamente a PSP a qual acho que honra de forma muito orgulhosa a missão que cumpre.
    Eu não me considero adepto de futebol em relação á guarda/policia. Para mim o importante é a missão em serviço da comunidade e do cidadão! E quanto a isto não existe civil nem militar!
    Estes personagens que insultam deveriam pensar nisto, porque afinal de contas nós existimos para servir a causa pública e não para servir outros interesses.
    Todas as forças têm o seu lado positivo, e uma coisa que aprendi ao longo do tempo é que o problema não são os agentes nem os guardas, porque esses estejam onde estiverem cumprem a sua missão!
    E já agora no dia em que decidirem passar a GNR a 4º ramo das forças armadas espero que tenham o sentido de justiça de perguntarem aos homens se querem ser tropas ou se querem ser policias.

    Comentar por luis — Novembro 22, 2008 @ 10:48 pm | Responder

  24. Resposta ao rick:

    imbecil é o porco do seu pai e a porca da sua mãe, que lhe fizeram essas orelhas de burro ( aceite a critica e não ofenda para não ser ofendido, estamos num país democrático )

    Comentar por contribuinte — Novembro 23, 2008 @ 12:10 am | Responder

  25. Li todos os comentários e não gostei.Cada um no seu lugar, parecem os políticos. Há que trabalhar em equipa. A Assembleia faz as Leis e a imagem de cada força de segurança está na imagem dos seus superiores. Sou da PSP mas sei reconhecer que temos que ter alguém que defenda os nossos direitos e nisso a GNR tem mais poder.
    Lembrem-se que quando se reformarem são apenas mais um cidadão no meio de tanto outros, nem a Força de Segurança que tanto serviram lhes vão passar qualquer cartão.Não estou aposentado, mas já vi isso de ambos os lados.

    Comentar por Portocarreno — Novembro 23, 2008 @ 12:30 am | Responder

  26. DD

    Comentar por alfa — Novembro 23, 2008 @ 12:39 am | Responder

  27. Você nao só é imbecil como estupido critica é uma coisa ser idiota inergumio cromo e etc…….., já é outra bem diferente a minha mae e o meu pai não são aqui chamados, para quem se diz civico tem os cornos muito activos sempre prontos a atacar!!

    Comentar por rick — Novembro 23, 2008 @ 11:05 am | Responder

  28. Mas, para quê?

    Comentar por nelson — Novembro 23, 2008 @ 4:09 pm | Responder

  29. Sr Rick
    Modere a sua linguagem. Meça as suas palavras. Então o sr não é umOPC? Quando se responde nos mesmos termos é baixar ao mesmo nível.

    Comentar por Zé Telhado — Novembro 23, 2008 @ 6:37 pm | Responder

  30. “Uma equipa da GNR ficou fora do simulacro de sismo hoje em Benavente porque não tinha a Protecção civil à sua espera, disse o oficial de ligação daquela força de segurança no exercício.

    Segundo o tenente Eduardo Fernandes, os cerca de 20 elementos da GNR quando chegaram ao local onde se ia desenrolar o simulacro em Benavente não tinham ninguém da estrutura local da protecção Civil para lhes prestar as indicações. “Até que se conseguisse o contacto com a estrutura local o tempo limite esgotou-se e a GNR já não actuou em Benavente”, adiantou.

    A força da GNR que deveria participar neste exercício era composta por elementos transportados por helicóptero e por via terrestre. A Autoridade Nacional da Protecção Civil reconheceu ter acontecido um desencontro com a força da GNR em Benavente e informou que o exercício será repetido hoje à tarde.” Jornal Público

    Mais alguma questão?

    Comentar por Zé das Couves — Novembro 23, 2008 @ 9:25 pm | Responder

  31. Após a leitura atenta de tal poesia eloquente dos ilustres colegas/camaradas em que não se chega a nenhuma conclusão a não ser que estamos servidos de agentes e guardas sem qualquer nível sinto vergonha de trabalhar com alguns deles.
    É claro que não quero generalizar. Nas duas corporações trabalham profissionais de elevado calibre. Vamos juntar a canoa e remar juntos. A União faz a força. Será que não entendem. Mesquinhices sobre qual é a melhor corporação ou quem faz mais é ridículo! Deixem isso para os politicos. Sejamos inteligentes e usem estes blogs para partilhar ideias, opiniões e estratégias de intervenção.
    Se cada um de nós contribuir um pouco o todo será muito!!!
    Bem hajam!!
    Um Guarda Republicano

    Comentar por Paulo — Novembro 24, 2008 @ 6:05 pm | Responder

  32. No passado dia 29 de Agosto os senhores Pinto de Sousa, Pereira e Costa chamaram o conselheiro para um almoço no Gambrinus.
    No final do repasto, entre o digestivo e o charuto, o Pinto de Sousa levantou-se e disse:
    – Nobre Mário tenho uma nobre missão para ti! Há para aí uns grupos de bárbaros que não se governam nem se deixam governar!
    – Vou-te nomear consul na inóspita região onde aquela gente vive e, em 2011 o mais tardar, quero-os todos a marchar ao ritmo do mesmo tambor.
    – Vai e não me desiludas!
    – Não te arrependerás de me teres nomeado, meu nobre imperador, sol dos sóis, sábio dos sábios. O teu desejo será realizado!

    Comentar por JACARE — Novembro 24, 2008 @ 10:34 pm | Responder

  33. Eu exclareço, as diferenças que existem entre a PSP e GNR, é apenas de alguns elementos que aqui se têm pronunciaram que não as deviam integrar.

    Comentar por Mag. — Novembro 27, 2008 @ 2:44 pm | Responder

  34. Caros comentadores, queiram ter alguma decência, deixem de falar neste local em CONVERSAS DE CASERNA.

    Comentar por eu — Novembro 28, 2008 @ 2:44 pm | Responder

  35. Boa Tarde!
    Eu sou soldado da gnr à 12 anos, o meu irmão agente da PSP à 5 anos:
    -Será que o devo insultar?
    -Eu sou licenciado, ele´tem o 12º ano, quem é o melhor?
    – Ele trabalha 6 horas diárias, eu trabalho 8 horas, quem é o maior?
    Meus amigos e colegas, andamos todos ao mesmo, temos que nos ajudar uns aos outros, se o socrates se lembrar de juntar as duas forças, quero ver depois.

    A UNIÂO FAZ A FORÇA!!

    Comentar por Soldado da gnr — Novembro 28, 2008 @ 5:50 pm | Responder

  36. Depois de ler atentamente alguns comentários que aqui foram deixados, só me resta a desilusão!
    Preocupem-se em fazer o vosso/nosso trabalho bem feito sendo sempre o mais profissionais possível na missão da vossa corporação e deixem a outra corporação fazer o trabalho dela, que, sendo diferente, pouco difere.
    Certamente, no final de cada um fazer o que deve, todos ficam a ganhar muito mais do que no final desta discussão de “visionários”…

    Comentar por um simples leitor — Dezembro 5, 2008 @ 3:43 am | Responder

  37. deixem-se de ofensas lutem pelos nossos direitos melhores condiçoes de trabazlho

    Comentar por rui — Dezembro 27, 2008 @ 8:36 pm | Responder

  38. Enoja-me ver tanta mesquinhez de ambas as partes, não bastava os problemas que se nos deparam no dia a dia e ao invés de encontrar-mos soluções para os mesmos, ainda temos de levar com ” guerrinhas”que já deviam estar completamente sanadas pois não nos levam a lado nenhum.
    Querem-se insultar, criem um blog pessoal para tal e então ai exultem a vossa estupidez que certamente os que cá ficam GNR e PSP concerteza irão encontrar soluções para ambos,pois a união faz a força, sempre foi assim e sempre será, a história isso nos ensinou.

    Comentar por atento — Dezembro 31, 2008 @ 9:48 am | Responder

  39. Caro colega Soldado da gnr
    Vou transcrever aqui umas palavras tua e peço que não me critiques por isso

    “Boa Tarde!
    Eu sou soldado da gnr à 12 anos, o meu irmão agente da PSP à 5 anos:
    -Será que o devo insultar?
    -Eu sou licenciado, ele´tem o 12º ano, quem é o melhor?
    – Ele trabalha 6 horas diárias, eu trabalho 8 horas, quem é o maior?”

    Esqueceste-te foi de falar em vencimentos… qual é o maior?

    Por ex, eu sou ag. da PSP com 13 anos de serviço, na GNR, para teres um vencimento ser igual ao meu, tens de palmilhar até aos 25 anos (claro que se não concorreres a cabo)

    É contra isso que temos de lutar, e sermos todos pela igualdade.

    Há que unir ambas as policias (mas com patentes até cabo e oficiais oriundos da escola da GNR, os outros é manda-los para onde vieram, uma vez que de lá nunca deveriam ter saido)

    Cumprimentos

    Um Policia

    Comentar por APP — Janeiro 5, 2009 @ 12:38 am | Responder

  40. Sinceramente…!!!
    Depois do dialogo que aqui assisti, nao me resta nada a dizer que nao seja lamentar a falta de nivel de tanta gente ao serviço das duas forças de segurança… e colegas que sao!!!??? pelo menos assim penso, para mim sao todos colegas muito queridos a quem devemos respeitar… mas pelos vistos muitos hà que assim nao pensam!!!

    Comentar por Carlos — Janeiro 23, 2009 @ 10:15 pm | Responder

  41. inacreditavél…..incompreensivél…passei por aqui acidentalmente e qual não foi o meu espanto quando dei por mim a ler estes textos completamente absurdos..pouco dignos.. a rossar a estupidez e ignorãncia. Como é possivél alguem que se diz Policia ou GNR conseguir redigir este tipo de comentários. voces deviam era ser todos exonerados das vossas funções e encaminhados para Angola trabalhar nas obras pois sinto me envergonhado de saber que tenho elementos na policia e Gnr Portuguesa que são pouco mais do que Azeiteiros mal educados..por mim este blog acabava hoje….. inacreditavél.

    Comentar por psp desiludido — Abril 4, 2009 @ 10:01 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: