A Toca do Túlio

Outubro 3, 2008

Coronel português vai assumir comando de força internacional na Bósnia

Filed under: Sem-categoria — tuliohostilio @ 6:09 pm

O coronel António Oliveira da Guarda Nacional Republicana (GNR) vai assumir o comando da Unidade Integrada de Policia (IPU) da missão militar da União Europeia – Operação ALTHEA, na Bósnia-Herzegovina – divulgou hoje a GNR.

 

A nomeação do oficial da Guarda foi proposta pelo Comité Interministerial de Alto Nível (CIMIN) da Força de Gendarmerie Europeia (EUROGENDFOR) e a sua missão terá a duração de um ano.

António Oliveira desempenhava actualmente as funções de segundo comandante da Brigada Territorial nº 2, sedeada em Lisboa, e tem no seu curriculum o comando de Forças da GNR nas missões do Iraque e Timor-Leste.

O militar português, que parte domingo para Vincenza, Itália, no âmbito da preparação para a missão, substituirá um oficial italiano dos Carabinieri a partir de dia 08, data em que chega a Sarajevo.

Assumirá então o comando de toda a componente militar da missão, liderando uma Força policial que integra efectivos de Portugal, França, Itália, Espanha, Holanda, Roménia, Turquia e Hungria, num total de cerca de 250 militares.

Esta força tem como principais competências «contribuir para a manutenção da ordem pública», «prevenção de distúrbios civis e o controlo de multidões, no apoio à polícia local», «recolher, analisar e difundir informações» e «desempenhar acções antiterroristas, garantindo a segurança da força no terreno».

Cabe-he ainda apoiar operações de investigação, quando requisitadas pelo alto representante da União Europeia na Bósnia-Herzegovina (EUSR/HR) e mediante anuência do Comandante da EUFOR (COMEUFOR), bem como apoiar o Tribunal Criminal Internacional para a Ex-Jugoslávia (ICTY) na localização, identificação e detenção de pessoas indiciadas de Crimes de Guerra (PIFWCs).

Outra das incumbências desta força liderada por um militar português é a de «preparar o resgate de reféns, colaborar na segurança do pessoal das Organizações Internacionais presentes no território (incluindo segurança pessoal e escoltas a VIPs) e aconselhar o COMEUFOR em assuntos relacionados com segurança e ordem pública».

Esta força é composta por um Quartel-General, duas Companhias de Ordem Pública, uma Unidade de Investigação Criminal e uma Componente de Apoio Logístico.

A GNR participa na Operação ALTHEA com um Pelotão de Ordem Pública, uma Equipa de Investigação Criminal e cinco militares no Quartel-General, para além do Comandante de uma das Companhias de Ordem Pública, num total de 39 militares. Além da EUFOR, encontra-se no Teatro de Operações da Bósnia uma outra missão da União Europeia (EUPM) centrada na monitorização da actividade das Polícias locais, na qual a GNR está representada com dois oficiais.

Lusa/SOL

Deixe um Comentário »

Ainda sem comentários.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: