A Toca do Túlio

Agosto 6, 2007

Interesses obscuros

Filed under: Droga — tuliohostilio @ 7:45 pm

“Gosto mais de um ladrão bom do que de um polícia mau” 
Margarida, 6 anos 

Têm vindo, recentemente a púbico, em diversos órgãos da comunicação social, notíc\Documents and Settings\Vitor Lopes\Os meus documentos\As minhas imagens\Imagemias que dão conta da existência de um relatório enviado à Procuradoria Geral da República, onde se dá nota da prática de diversos crimes no seio da Direcção Central de Investigação ao Tráfico de Estupefacientes (DCITE).


Aí estarão descritos diversos ilícitos, tais como, corrupção, recurso a agentes provocadores, pagamentos em droga, conivência com o tráfico, apropriação de dinheiro do tráfico e droga transaccionada com traficantes.


Referindo-se que a quantidade de droga apreendida nunca corresponde àquilo que é declarado, sendo a diferença vendida em Madrid por um agente infiltrado e o dinheiro daí resultante distribuído por diversos elementos desta estrutura da Polícia Judiciária (PJ).


Duas hipóteses se vislumbram no horizonte:

  1. Tais factos correspondem à verdade – o que constituiria um rude golpe para uma das instituições mais prestigiadas deste país, e do qual muito dificilmente se conseguiria recompor, devido ao patamar de infiltração a que o crime organizado teria ascendido.Basta recordar a mossa provocada na imagem da GNR pelo caso da corrupção na Brigada de Trânsito, ou na PSP devido ao tráfico e comércio ilegal de armas perpetrado por elementos da Repartição de Armas e Explosivos. Podendo, inclusive, daí resultar a integração da PJ, actualmente na dependência do Ministério da Justiça, nas duas forças de segurança do Ministério da Administração Interna, aliás, à semelhança do que acontece noutros países (v.g. França e Espanha), sendo tal posição, já do antecedente, defendida por alguns quadrantes.

  2. Ou então, tal denúncia visa, única e exclusivamente, através da incriminação dos elementos aí visados, desestabilizar a estrutura de combate ao tráfico de estupefacientes e consequentemente diminuir a sua operacionalidade, permitindo uma maior margem de manobra ao crime organizado que actua nesta área e que se serve de Portugal como porta de entrada na Europa.

Para evitar a persistência da dúvida, a qual só serve interesses obscuros, é urgente a clarificação de toda esta situação, a definição dos seus contornos e a aplicação das medidas adequadas.


Túlio Hostílio

7 comentários »

  1. O problema das polícias é os polícias serem pessoas normais, ou seja, ambiciosas e egoístas. A “vidinha” tem de ser resolvida e, assim, com “luvas” é mais fácil…

    Eu penso que só quando deixarmos de pensar em ter e pensarmos em ser, é que conseguiremos sobreviver com dignidade.

    Cumprimentos.

    Comentar por Astuto — Agosto 6, 2007 @ 8:27 pm | Responder

  2. Concordo em parte com o opinião do Astuto, sem deixar no entanto de lembrar que a escolha dos agentes é submetida à apreciação de psicólogos para na sua douta opinião de pronunciarem se o candidato tem perfil para o desempenho do cargo. Pelos vistos este tipo de filtro na selecção não funciona a avaliar pelos acontecimento recentes.

    Comentar por jodoas — Agosto 6, 2007 @ 9:37 pm | Responder

  3. Qualquer das hipóteses é plausível.
    O que é importante é esclarecer a verdade, já que casos de envolvimento de agentes com o crime é frequente em muitos países.
    Abraço.

    Comentar por Nilson Barcelli — Agosto 7, 2007 @ 6:53 am | Responder

  4. As coisa ditas crú, podem parecer más… mas como todos nós sabemos por vezes para tingir certos fins é preciso certos meios.
    Não sabemos a história toda e a coisa dita assim… arriscamo-nos a cair na treta da ” abaixo do rio tejo é só deserto!”

    Comentar por Eduardo Ramos — Agosto 7, 2007 @ 11:17 am | Responder

  5. acredito que haja muitas pessoas que trabalham e sejam honestas, mas este dinheiro tão facil de conseguir deve mexer com muitas cabeças…se há corrupção em todo o lado porque não se pensou que ali também não poderia haver? só espero que se limpe a imagem deste organismo e se siga em frente… afinal eu ainda acredito na seriedade das forças de segurança deste país, senão então onde vamos nós acreditar? sofialisboa

    Comentar por sofialisboa — Agosto 7, 2007 @ 12:36 pm | Responder

  6. Não duvido que haja corrupção, infelizmente é uma coisa que há em todo o lado. Agora eu acho que são uma meia duzia de agentes que fazem isto, como tal devem ser punidos. Não podemos generalizar a ideia de corrupção a toda a pj.

    Comentar por João Rodrigues — Agosto 7, 2007 @ 9:42 pm | Responder

  7. Até ao trânsito em julgado…

    Já estou habituado a muita parra e pouca uva. Vamos ver no que isto vai dar, mas cá para mim é só fumaça, mas se não for poderemos sempre mandar vir polícias de Inglaterra.

    Comentar por M — Agosto 8, 2007 @ 12:24 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: